Quinta-feira, Setembro 23, 2021

CRÍTICAS

Críticas a álbuns e eventos

CANNIBAL CORPSE: Rutan mostra como se toca o novo single, «Condemnation Contagion» [vídeo playthrough]

«Red Before Black», de 2017, mostrou uma banda mais musical, dinâmica e inventiva. Foi a pedrada que se exigia no charco ensanguentado dos CANNIBAL CORPSE: menos caótico e complexo, sem receio de injectar mais melodia. Resultado: melhores canções. Pois bem, «Violence Unimagined», o 15.º longa-duração destas verdadeiras lendas vivas do death metal, parte exactamente de onde o antecessor ficou, elevando a fasquia em termos de complexidade. A esse nível o destaque maior vai para Paul Mazurkiewicz, que volta a subir a um patamar de intensidade que não antes lhe ouvíramos, contribuindo sobremaneira para a variedade rítmica do disco. Uma diversidade...

Ler mais
MOONSPELL: Lançam ‘teaser’ para o segundo single de «Hermitage» [vídeo]

«Hermitage» é um disco que reflecte mais do que nunca a liberdade criativa que tem pautado a carreira dos MOONSPELL. É um brado de revolta e alerta, “gritado” com uma serenidade, uma maturidade e uma clareza que os MOONSPELL nunca antes tiveram, ou pelo menos não a este nível. É também um manifesto da individualidade do colectivo português, ao afastar-se – qual eremita! – da confusão, das convenções, do expectável, do instantâneo e, por isso mesmo, inspirador. «The Greater Good», o primeiro single, surpreendeu e motivou reacções polarizadas, exactamente o que este 13.º longa-duração da banda da Brandoa, fará. Até...

Ler mais
KILLER BE KILLED: «Reluctant Hero» [review]

Este é um daqueles projectos de sonho. Com uma formação que reúne Max Cavalera, Greg Puciato, Troy Sanders e Ben Koller, no papel, os KILLER BE KILLED parecem uma proposta incrivelmente apelativa. Só que “nim”. Foi, pelo menos, assim com a estreia homónima de há seis anos, giro mas só que “nim”, e agora com este sucessor, que volta a não ofender, mas também nunca chega realmente “a partir”. Felizmente, neste que é o primeiro registo do grupo com o baterista dos Converge sentado atrás do kit, a ideia de patchwork que ficou na memória há dois anos acaba por...

Ler mais
DISCO DO MÊS:  LAMB OF GOD, «Lamb Of God»

Ao escolherem autointitular o oitavo longa-duração, depois do maior intervalo editorial da carreira (cinco anos) e após a saída de Chris Adler, membro fundador e peça determinante na definição da sonoridade que os preconizou, os Lamb Of God quiseram enviar uma mensagem muito clara ao mundo. Dela fazem parte, pelo menos, um punhado de temas ao nível dos melhores que escreveram na última década, canções com potencial para se aproximarem dos “clássicos” que gravaram no, ainda por superar, «Ashes Of The Wake». «Memento Mori», com um pouco de tudo o que são musicalmente nos dias de hoje, a orelhuda «Colossal...

Ler mais
POWERWOLF: review do novo álbum «The Sacrament Of Sin»

POWERWOLF «The Sacrament Of Sin» De disco para disco, os Powerwolf têm aumentado a sua alcateia fruto da sua insistência numa fórmula musical e visual que, embrulhada num sentido de humor muito próprio, lhes tem permitido chegar cada vez a mais público. Este «The Sacrament Of Sin» não traz grandes novidades, apenas refina essa fórmula com onze malhas que poderiam estar perfeitamente num dos seus últimos álbuns. O grande passo em frente neste disco é o facto de praticamente todos os temas estarem ao nível dos melhores hinos do passado. «Fire & Forgive» é o sonho húmido de qualquer...

Ler mais
Pág. 2 de 3 1 2 3

Bem vindo de volta!

Entra na tua conta

Criar Nova Conta

Preenche os formulários para registar

*Ao se registrar em nosso site, você concorda com os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Recupera a tua password

Por favor introduz o teu utilizador ou endereço de e-mail para reiniciar a password