Terça-feira, Maio 18, 2021

Etiqueta: blues rock

BLACK SABBATH: 50 anos de «Paranoid»

Lançado originalmente a 18 de Setembro de 1970 pela Vertigo no Reino Unido, o segundo álbum dos BLACK SABBATH celebra hoje 50 anos. O disco foi produzido por Rodger Bain, nos Regent Sound e island Studios, ambos em Londres, no Reino Unido, entre os dias 16 e 21 de Junho de 1970. Hoje sabemos que, apesar de ter chegado à posição cimeira da tabela de vendas britânica, o «Paranoid» não foi apenas o álbum mais popular do grupo formado por Ozzy Osbourne, Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward, mas também ...

Ler mais
WHITESNAKE: Coverdale pondera reformar-se em 2021

Numa nova entrevista ao programa Metaldown, que é emitido na estação de rádio WRIF, em Detroit, a lendária voz dos WHITESNAKE, David Coverdale, disse que está a considerar a hipótese de se reformar em 2021. O cantor, que completou 68 anos em Setembro passado, ainda é um grande intérprete, mas tem tido uma infinidade de problemas de saúde durante nos últimos anos. Abordando a pandemia do novo Coronavírus que está a varrer o mundo, David Coverdale disse ter “a sensação de que ainda vai demorar um pouco para que as ...

Ler mais
DEEP PURPLE: «Throw My Bones» [estreia]

Os DEEP PURPLE acabam de lançar um vídeo-clip oficial para «Throw My Bones», que pode ser visto no player em cima. O tema faz parte do novo álbum dos lendários roqueiros britânicos, intitulado «Whoosh!», que vai ser editado a 12 de Junho via earMUSIC. Este que é já o 21.º álbum de estúdio da banda, foi uma vez mais gravado pelo produtor canadiano Bob Ezrin, famoso pelas suas colaborações com nomes como KISS, PINK FLOYD, ALICE COOPER, que também trabalhou com os DEEP PURPLE nos seus dois últimos registo de estúdio, «Infinite» e «Now ...

Ler mais
RETROVISOR: Led Zeppelin, «Dazed And Confused»  (Danmarks Radio Studios, Dinamarca, 17 de Março de 1969)

Esta semana é incontornável falar dos LED ZEPPELIN. No próximo sábado celebram-se cinquenta anos sobre a edição do primeiro disco da banda, gravado em 36 horas, num estúdio pago por Jimmy Page, consumindo 1782 libras. Muitos dos temas acabaram por ser gravados ao vivo, dado o escasso orçamento, mas apesar disso o álbum ficou 71 semanas na tabela de vendas britânica. O disco entra em qualquer lista dos 100 melhores álbuns de sempre, e só nos Estados Unidos vendeu mais de oito milhões de cópias. Só por esta estreia homónima, ...

Ler mais

Bem vindo de volta!

Entra na tua conta

Recupera a tua password

Por favor introduz o teu utilizador ou endereço de e-mail para reiniciar a password