Terça-feira, Novembro 29, 2022

Etiqueta: retrovisor

RETROVISOR: Alice In Chains + Hetfield, = «Would?» @ Rock am Ring, 2006  [vídeo]

Em Fevereiro de 2005, quase uma década depois de terem dado o último concerto com Layne Staley, e quase três anos após a sua morte, os membros sobreviventes dos ALICE IN CHAINS -- Jerry Cantrell, Mike Inez e Sean Kinney -- reuniram para tocar num concerto de angariação de fundos para as vítimas do tsunami que dizimou o sul da Ásia alguns meses antes. Maynard James Keenan, dos TOOL, e Ann Wilson, dos HEART, entre outros, subiram ao palco e cantaram com a banda de Seattle. Pouco mais de um ...

Ler mais
RETROVISOR: Sex Pistols,  «Live At Thames Riverboat Party» (Londres, UK, 7 de Junho de 1977)

No RETROVISOR de hoje não se olha para um tema. Olha-se antes para um concerto, curto. Para uma atitude. Para os SEX PISTOLS. Apontem-se os dedos, acuse-se de serem forjados. Elogie-se o colectivo, cuspa-se nele. Fale-se no proto punk dos NEW YORK DOLLS ou dos MC5. Refira-se os THE CLASH ou os RAMONES. Nada interessa. Os SEX PISTOLS são o alfinete cravado no blusão do rock. Haverá sempre um antes e um depois deles. O hedonismo entre quatro paredes das rock stars, desce à rua e cruza-se com o niilismo ...

Ler mais
RETROVISOR: Cradle Of Filth, «The Forest Whispers My Name»  (Festival Ultrabrutal, Penafiel, Portugal, 3 de Julho de 1994)

Esta semana, aqui no RETROVISOR, a opção vai ser CRADLE OF FILTH e a sua passagem por Penafiel, no Festival Ultrabrutal, poucos meses depois dos ingleses lançarem o seu trabalho de estreia. À época, o festival era o nome maior de um underground que começava a ganhar dimensão. Provavelmente, a edição de 1994 terá sido mesmo a mais interessante, dividindo-se em dois dias, com os maiores nomes a serem GRAVE, HYPOCRISY e GOREFEST, estes últimos cabeças de cartaz. Ao final da tarde do primeiro dia, uns desconhecidos britânicos, de caras ...

Ler mais
RETROVISOR: Linkin Park, «One Step Closer» (Conan O’Brian Show, 16 de Janeiro de 2001)

É (foi?) uma daquelas bandas odiadas, demasiado associadas à pop para entrarem na história do metal, mas o seu primeiro disco ajudou a criar toda uma legião de fãs que, ainda hoje, se encontram por todas as áreas do metal. «Hybrid Theory», de 2000, está ao mesmo nível do «Black Album» dos METALLICA, do «Antichrist Superstar» do MARILYN MANSON, do homónimo dos SLIPKNOT ou os dois volumes de «Use Your Illusion» dos GUNS N' ROSES. Todos são discos cuja popularidade extravasou os limites do hard’n’heavy, levando a que imagem e ...

Ler mais
RETROVISOR: SLIPKNOT, «Heretic Anthem» (Rock In Rio, Parque da Bela Vista, Lisboa, 4 de Junho de 2004)

O ano é 2004, ainda o Rio tinha Rock no cartaz. Era a primeira edição em Portugal. O 4 de Junho tinha um cartaz pesado, com INCUBUS, SEPULTURA e MOONSPELL. A encabeçar, METALLICA. Ao entardecer, SLIPKNOT. Por essa altura, a banda de São Francisco já há muito actuava by the book. Um livro que eles tinham reescrito, é certo, mas previsível. Também o público que os seguia, já esperava o habitual 'arroz', a cerveja morna e poder dizer que esteve lá, ou “Eu fui”. A segura normalidade da meia-idade. Porém, ...

Ler mais
RETROVISOR: Queen, «Hammer To Fall» (Live Aid, Wembley Arena, Londres, 13 de Julho de 1985)

LIVE AID e Dia Mundial do Rock; OK, a referência poderá ser óbvia, mas há aqui todo um passado que hoje dificilmente ocorreria e sobre o qual se deveria reflectir. Vamos à história, algumas reportagens de TV tinham trazido à primeira página dos jornais a fome na Etiópia. Bob Geldof, vocalista dos Boomtown Rats, resolve agir e, entre várias acções, surge a ideia de um concerto global, com um palco no Wembley Stadium em Londres, Inglaterra, onde estiveram setenta e duas mil pessoas, e outro no estádio John F. Kennedy ...

Ler mais
RETROVISOR: Deep Purple, «Burn» (Ontario Speedway, Los Angeles, 6 de Abril de 1974)

Rockstar. Talvez um dos títulos mais cobiçados no planeta e hoje em vias de extinção. Note-se que de bandas de garagem, ou dimensão nacional, passando por bandas de tributo, grupos de baile ou aqueles que durante breves segundos possuem um hit, existem imensos “roquestares”. A alguns basta apenas subir a um palco e segurar um instrumento. Mas aqui o que se trata é aquele material raro de que são feitas as verdadeiras estrelas. Material que necessita de um ego da dimensão do sistema solar, e uma base de fãs maior ...

Ler mais
Pág. 1 de 4 1 2 4

Bem vindo de volta!

Entra na tua conta

Criar Nova Conta

Preenche os formulários para registar

*Ao se registrar em nosso site, você concorda com os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Recupera a tua password

Por favor introduz o teu utilizador ou endereço de e-mail para reiniciar a password