Domingo, Dezembro 4, 2022

Etiqueta: ucrânia

DRUDKH: Álbum novo disponível para escuta integral antes do lançamento oficial [estreia antecipada]

Os DRUDKH, nome já mítico do black metal mais atmosférico e experimental, veículo principal da inspiração do líder Roman Saenko, continuam como sempre envoltos numa aura de algum mistério - como sempre, o conjunto de origem ucraniana não dá entrevistas, não toca ao vivo e nem sequer fornece fotos de banda. O que continuam, também como sempre, é a lançar álbuns fantásticos e sempre diferentes. Com data agendada para a próxima 6.ª feira, o novo trabalho - já o 12.º de uma longa e rica carreira iniciada com «Forgotten Legends» ...

Ler mais
Jinjer

Noite previsível (e concretizada) de enchente no LAV para ver os JINJER no seu tão aguardado (e algumas vezes adiado) regresso a Portugal. Não só se tratava de uma ocasião especial por esse motivo, mas também por ser o único concerto da banda em nome próprio numa digressão composta por datas em festivais um pouco por toda a Europa. Para a data nacional, duas bandas nacionais a acompanhar, os lisboetas OKKULTIST e os portuenses SOTZ' que cumpriram na perfeição a sua missão. Começando exactamente por estes últimos, entraram em palco ...

Ler mais
Vera Farmiga interpreta «The Trooper» em apoio à causa ucraniana (com Scott Ian a ajudar!) [vídeo]

Provavelmente «The Trooper» dirá mais a muitos dos leitores que o nome Vera Farmiga, mas a actriz e o tema dos Iron Maiden cruzaram-se dias atrás. Farmiga será mais conhecida pelo seu papel em «Bates Motel», série inspirada em «Psycho», na qual desempenhava o papel da transtornada mãe da personagem principal. A actriz, de nome Vera Ann Farmiga, nasceu em Clifton, Nova Jérsia, mas cresceu em Irvington, também nos Estados Unidos. A protagonista de «Up In The Air», com o qual foi nomeada para um Oscar, é filha de imigrantes ...

Ler mais
DEE SNIDER: Reformula um dos seus temas como apoio à causa ucraniana [vídeo]

Dee Snider, o carismático vocalista dos Twisted Sister, acaba de reformular um tema seu para homenagear a luta ucraniana contra a invasão russa. Alguma população ucraniana usou nos últimos tempos o clássico «We’re Not Gonna Take It» como um dos muitos temas a simbolizar a resistência contra o invasor russo, e isso levou a que Snider, que tem nessa canção um dos seus maiores hits, viesse rapidamente a público apoiar a causa e envolver-se no movimento associado à plataforma digital WorldUnited.Live. Além de alertar para os problemas causados pela invasão, ...

Ler mais
A invasão da Ucrânia, a pressão na produção de válvulas e as soluções emergentes

Frente à actual incerteza quanto à disponibilidade de distribuição e produção de válvulas devido às proibições de exportação da Rússia, o fabricante norte-americano de equipamento de áudio Western Electric manifestou interesse em expandir as suas operações e criar uma linha de produção de válvulas para amplificadores de guitarra. Como a ROMA INVERSA nos recorda, no Verão passado, o fundador da Electro-Harmonix, Mike Matthews, intrigou meio mundo ao anunciar os planos (algo críticos, diga-se) da empresa para colher energia da magnetosfera da Terra. Procurando esclarecer o assunto, acabou por fazer soar ...

Ler mais
KREATOR: Mille Petrozza apela ao fim da guerra e explica a diferença entre letras de canções e realidade

Sempre muito activo na defesa de causas, especialmente nos últimos anos, o lendário frontman dos Kreator, Mille Petrozza, juntou-se ao coro de figuras públicas que apelam pelo final da guerra na Ucrânia através de um post na sua conta de Instagram. "Parem a guerra na Ucrânia! Parem todas as guerras no mundo! Agora!!", exclamou o germânico, de 54 anos. "No ano 2022 devíamos estar à beira de uma transformação espiritual, mas parece que estamos a regredir para a época Neanderthal," escreveu Petrozza, antes de adereçar a questão das suas letras ...

Ler mais
RAMMSTEIN: Till Lindemann ajuda refugiados ucranianos recém-chegados a Berlim

Felizmente, não é só pelo novo single «Zeit» que os RAMMSTEIN vão aparecendo nas notícias -- há também outras boas razões. Como a história que reporta o Berliner Morgenpost, sobre Alisa Kommi, uma ucraniana como tantas outras que fugiu da terrível guerra que se vai tristemente prolongando no seu país. Tendo chegado à estação central de Berlim vindo da Ucrânia, tentava encontrar um sítio para ficar, mas foi-lhe dito por um voluntário das equipas de ajuda a refugiados que não havia qualquer quarto livre na cidade e que não teria ...

Ler mais

Bem vindo de volta!

Entra na tua conta

Criar Nova Conta

Preenche os formulários para registar

*Ao se registrar em nosso site, você concorda com os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Recupera a tua password

Por favor introduz o teu utilizador ou endereço de e-mail para reiniciar a password